Símbolos Municipais

Compartilhe:

Brasão do Município

Baixar

ALT NAME

Bandeira do Município

Baixar

ALT NAME

Logomarca Horizontal Colorida

Baixar

ALT NAME

Logomarca Vertical Colorida

Baixar

ALT NAME

Logomarca Horizontal Preta

Baixar

ALT NAME

Logomarca Vertical Preta

Baixar

ALT NAME

Logomarca Horizontal Cinza

Baixar

ALT NAME

Logomarca Vertical Cinza

Baixar

ALT NAME

O AMOR DA TERRA DISSERTADO COM O HINO DO MUNICÍPIO

O Hino de Tauá é obra do odontólogo José Nilson Rodrigues Furtado, que evoca temáticas locais como a bravura do povo tauaense e a beleza natural desta terra. Dr. Nilson Furtado chegou a Tauá em 1972, como odontólogo do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Tauá. Foi agraciado com o Título de Cidadão Tauaense no ano de 1992.

Este valoroso cearense nasceu em Juazeiro do Norte, em 27 de novembro de 1934. Seus estudos secundários foram concluídos no Liceu do Ceara e Colégio Salesiano, sendo que em 1963 ingressa na faculdade de Odontologia da Universidade Federal do Ceará. Concluiu seu curso superior no ano de 1967, pós-graduando em endodontia pela Associação Brasileira de Odontologia. O poeta e compositor presenteou Tauá com o Hino de exaltação ao município e veio a falecer em 09 de dezembro de 2008.

O resgate do valor histórico e cívico do hino ocorreu com o Decreto nº 39 de 06 de outubro de 2003, assinado pala então Prefeita Patrícia Aguiar, dispondo sobre a obrigatoriedade de execução nas escolas e nas solenidades do Governo Municipal. A regulamentação deu-se pela Lei Municipal nº 1703 de 23 de outubro de 2009, sancionada pelo então Prefeito em exercício Júlio Cesar Costa Rego.

HINO DO MUNICÍPIO

Amar-te, oh! Tauá, torrão querido, Em ti nascidos Quão sublime é te amar! E vermos o progresso desta terra, Berço que encerra Em nosso peito de amor sem par! Relíquia do passado glorioso Repositório no presente e no amanhã!

Hoje e no porvir, Grande o amor por ti, Em nossos corações perdurará! Dentre os tauaenses, Oh! Não há quem pense Em te esquecer, Tauá!

Enquanto nas caatingas O vaqueiro, Amalha o gado com coragem e destemor... Nos campos a seara sol a pino,

Qual paladino O destemido agricultor! Protótipos da alma sertaneja, Que na peleja, Não se abate ou faz curvar!

Hoje e no porvir, Grande o amor por ti, Em nossos corações perdurará! Dentre os tauaenses, Oh! Não há quem pense Em te esquecer, Tauá!

Teus clãs nossos maiores, No passado, Tiveram fibra e bravura de heróis!... Deixando a nós outros o legado Imorredouro: "Só o trabalho constrói"... Exemplo de estoicismo que nos leva A sermos fortes, invencíveis, varonis!

Hoje e no porvir, Grande o amor por ti, Em nossos corações perdurará! Dentre os tauaenses, Oh! Não há quem pense Em te esquecer, Tauá!

Às margens do Trici, repousas bela, Linda donzela, À sombra do Quinamuiú! Tens porte e perfil de realeza,

Rara beleza!... Princesa dos Inhamuns! Espelhas do Nordeste Brasileiro, A natureza e a raça forte e pertinaz

Hoje e no porvir, Grande o amor por ti, Em nossos corações perdurará! Dentre os tauaenses, Oh! Não há quem pense Em te esquecer, Tauá!