LIBERTAÇÃO DOS ESCRAVOS: 25 DE MARÇO – 136 ANOS DA DATA MAGNA DO CEARÁ | Prefeitura Municipal de Tauá-Ce

G Gabinete

LIBERTAÇÃO DOS ESCRAVOS: 25 DE MARÇO – 136 ANOS DA DATA MAGNA DO CEARÁ

Foto Autor
img

LIBERTAÇÃO DOS ESCRAVOS: 25 DE MARÇO – 136 ANOS DA DATA MAGNA DO CEARÁ

Considerada a Data Magna do Estado, o dia 25 de março comemora o pioneirismo do Ceará na libertação de escravos. Intitulado pelo abolicionista José do Patrocínio como Berço da Liberdade, a província do Ceará aboliu a escravidão em 1884, quatro anos antes da assinatura da Lei Áurea. Anteriormente, em 1º de janeiro de 1883, a Vila do Acarape, hoje município de Redenção, já havia dado liberdade aos seus escravos.

A exemplo de Acarape, outros municípios foram libertando seus escravos. E a libertação dos escravos em Tauá foi decretada aos 25 de abril de 1883. Por conta do devotamento e iniciativa do Dr. José Baltazar Ferreira Facó, Juiz de Direito, do Dr. Joaquim Primeiro Citó de Araújo, Juiz Municipal e do Vigário Padre Alexandre Ferreira Barreto.

Segundo a Revista do Instituto de História do Ceará em 1872 a População de São João do Príncipe (Tauá + Parambu) era de 8.866 habitantes livres e de 838 escravos; Maria Pereira 16.674 livres e 589 escravos; Arneiroz 5.419 livres e 487 escravos; Aracati 16.674 livres e 971 escravos; Cococy 2.753 livres e 387 escravos; Marrecas 3341 livres e 229 escravos; Saboeiro 5.125 livres e 496 escravos.

Alguns documentos referentes à Abolição do Ceará, Geraldo Nobre se refere a Ofício do Presidente da Província Domingos Antonio Rayol, datado de 12 de maio de 1883, congratulando-se com o Juiz de Direito de São João do Príncipe (Tauá) pela libertação dos escravos a 25 de abril de 1883.

A Abolição no Ceará teve repercussão internacional, tanto que, José do Patrocínio, impossibilitado de estar presente, como planejara, festeja mesmo lá na Europa, oferecendo à imprensa francesa, em honra do feito, um banquete de confraternização, no decorrer do qual lê a mensagem de Victor Hugo em resposta à carta que lhe fizera: _ Uma província no Brasil acaba de declarar extinta a escravidão no seu território. Para mim a notícia é extraordinária. Os jornais da Cidade Luz salientam o fato com francas simpatias e as notícias repercutem jubilosamente no Rio de Janeiro e nos demais recantos do Brasil.
E o Ceará pode oferecer a Nação o exemplo do seu 25 de Março.

Fonte: Blog Ana Amélia Custódio Mota

Prefeitura Municipal de Tauá
JUNTOS POR UM TAUÁ MELHOR!